NUTESES
 
SISTEMA DE PUBLICAÇÃO ELETRÔNICA DE TESES E DISSERTAÇÕES | BUSCA |

Warning: in_array() [function.in-array]: Wrong datatype for second argument in /home/webtedenuteses/html/tde_busca/biblioteca/mostraResultados.inc on line 828
Pesquisa resultou em: 1 registro(s)
Páginas:
Primeira | 1 | Última
Resultado(s) [1 - 1]
Total de Páginas: 1
1
Autor: Luzimar Raimundo Teixeira
   
Título(s):
[pt] Efeitos da Individualização da Intensidade de um Programa de Treinamento Contínuo em Variáveis Respiratórias e Hemodinâmicas de Adolescentes Asmáticos Graves
   
Instituição de Defesa: Universidade de São Paulo
   
Resumo(s):
[en] This study aimed to investigate whether individualizing a given intensity in a continuous training program can modify lung function and hemodymanic variables of severe asthmatic adolescents. Nineteen subjects aged between 11 and 14 years took part in this study. They were enrolled in a “Program of education and adapted physical activities for asthmatic individuals” offered by The Sports Center, University of São Paulo. The control group had twelve subjects aged between nine and 12 years who regularly attending surgery in the Children’s Hospital Darcy Vargas. The groups were matched by the severity of their asthma condition and their socio-economic level. The training program consisted of three weekly sessions over a period of 20 weeks. Each session was composed of free loading five minutes cycling followed by thirty minutes with an overload determined individually according to 70% of peak oxygen uptake (peak VO2). They had also more two week’s sessions with the following activities: 45 minutes of general exercise done interchangeably with respiratory exercises, 45 minutes of swimming and 30 minutes of exercises with the diaphragm done interchangeably with singing. Meanwhile an educational program about asthmatic individuals and their family was developed. The peak VO2 was obtained from cycling an ergometer with electromagnetic breaking. The protocol was ramp gradual with 10 or 15 w/min increases depending upon the child’s height. The results can be summarized as follows: individualized aerobic training can increase peak VO2 and pulmonary ventilation (VE) of severe asthmatic adolescents; less ventilation for the same effort indicates better respiratory efficiency and can avoid BIE; there were no significant differences in all lung function variables but FEF; there was no decrease of BIE after maximum effort, the greater the cardiovascular capacity and ventilation the lesser respiratory discomfort; improved ventilation accompanied by less respiratory frequency allows severe asthmatic individuals to take part in more intense physical activities.
[pt] Este estudo teve por objetivo investigar se uma intensidade de treinamento contínuo individualizado, para as condições dos alunos, pode modificar as variáveis da função pulmonar e hemodinâmicas de adolescentes asmáticos graves. Participaram deste estudo 19 adolescentes encaminhados ao "Programa de educação e atividades físicas adaptadas ao portador de asma" do Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo, com idade variando entre 11 e 14 anos. O grupo controle foi formado por 12 pacientes do ambulatório do Hospital infantil Darcy Vargas, com a mesma gravidade da doença e idade variando entre nove e 12 anos. Os grupos apresentaram as mesmas características sócio-econômicas. O treinamento consistiu de três sessões semanais durante 20 semanas sendo: cinco minutos de aquecimento pedalando sem carga e 30 minutos com a carga de treinamento individual previamente determinada a 705 do VO2 de pico. Participaram também de duas outras sessões semanais com as seguintes atividades: 45 minutos de exercícios generalizados intercalados com exercícios respiratórios, 45 minutos de natação e 30 minutos de exercícios diafragmáticos intercalados com canto. O consumo de oxigênio de pico (VO2 pico) foi obtido em cicloergômetro de frenagem eletromagnética. O protocolo foi o incremental tipo rampa com aumento de 10 ou 15 w/min, dependendo da estatura da criança. Paralelamente foi desenvolvido um programa educativo sobre a doença para o asmático e seus familiares. Os resultados mostram que: treinamento aeróbio individualizado pode aumentar o VO2 pico e a ventilação pulmonar (VE) de asmáticos graves; uma menor ventilação para um mesmo esforço indica melhor eficiência respiratória e tende a evitar o broncoespasmo induzido pelo exercício (BPE); não há diferenças significativas nas variáveis da função pulmonar, com exceção do fluxo expiratório forçado (FEF); não há diminuição do BIE após teste máximo; melhor capacidade cardiovascular e ventilação proporcionam menor desconforto respiratório; melhor ventilação com menor frequência respiratória permite ao asmático grave participar de atividades físicas mais intensas.
   
Titulação: Doutor em Educação Física
   
Programa de Pós-Graduação: Educação Física
   
Área de Concentração: Não possui
   
Linha de Pesquisa: Não possui
   
Contribuidor(es):
[Orientador] Maria Augusta Peduti Dal\'Molin Kiss
   
Assunto(s):
[pt] Variáveis respiratórias.
[pt] Asma
[pt] Ciências da Saúde
   
Local de defesa: São Paulo - SP - BR
   
Data da defesa:
[pt] 1996
[en] 1996
   
Número de Páginas: 140
   
Arquivo(s):
PDF - PDF-Dissertação(Parte1)
PDF - PDF-Dissertação(Parte2)
PDF - PDF-Dissertação(Parte3)
PDF - PDF-Dissertação(Parte4)
PDF - PDF-Dissertação(Parte5)
PDF - PDF-Dissertação(Parte6)
Detalhar Incluir na pasta 
    


Resultado(s) [1 - 1]
Primeira | 1 | Última
Páginas:
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações
Busca  
Busca Avançada »
Pasta de Trabalho » Ajuda
Registros por página

v-IBICT | COPYRIGHT ©
desenvolvido para IE 5.0+
Universidade Federal de Uberlândia www.sibradid.eef.ufmg.br