NUTESES
 
SISTEMA DE PUBLICAÇÃO ELETRÔNICA DE TESES E DISSERTAÇÕES | BUSCA |

Warning: in_array() [function.in-array]: Wrong datatype for second argument in /home/webtedenuteses/html/tde_busca/biblioteca/mostraResultados.inc on line 828
Pesquisa resultou em: 1 registro(s)
Páginas:
Primeira | 1 | Última
Resultado(s) [1 - 1]
Total de Páginas: 1
1
Autor: Samária Ali Cader
   
Título(s):
[pt] o EFEITO DO FORTALECIMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO SOBRE A PiMÁX, A QUALIDADE DE VIDA E A AUTONOMIA FUNCIONAL DE IDOSOS ASILADOS
[en] THE EFFECTS OF INSPIRATORY MUSCLE STRENGTHENING ON MIP, QUALlTY OF LIFE, ANO FUNCTIONAL AUTONOMY OF ELDERL Y NURSING HOME PATIENTS
   
Instituição de Defesa: Universidade Castelo Branco
   
Resumo(s):
[pt] Um dos fatores principais relacionados à diminuição da qualidade de vida é a dispnéia, referida pelo idoso, frente às atividades de vida diária (AVO). A dispnéia está relacionada à diminuição da função pulmonar e da força muscular inspirat6ria, a qual é traduzida pela Pressão Inspirat6ria Máxima (Pimáx). O presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito do fortalecimento muscular inspirat6rio sobre Pimáx, a qualidade de vida e a autonomia funcional de idosos asilados. A amostra foi constituída de 34 gerontes, divididos em: grupo experimental- GE (n=21 , 76,48±2,12 anos) e grupo controle- GC (n=13, 75,69±2,26 anos). A Pimáx foi aferida em aparelho pr6prio denominado ManovacuOmetro (Anal6gico com intervalo operacional de -150 a +150 cmH20; Critical Med/USA-2002). Para avaliação da Autonomia Funcional, foi utilizado o protocolo de avaliação funcional do Grupo de Desenvolvimento Latino Americano para a Maturidade. O questionário utilizado para avaliar a qualidade de vida foi o do World Health Organization Quality of Ufe Group ¬WHOQOL-100. O protocolo de intervenção consistiu em: carga de trabalho instalada gradualmente (50%-100%); sessões com duração de 20 minutos, com 7 séries de fortalecimento (2 minutos cada) e intervalo de 1 minuto entre as séries, durante 1 ° semanas, 3 vezes na semana, por 10 semanas. Analisando os resultados encontrou¬se na análise de variância de medidas repetidas multivariada diferenças significativas (p=O,OOOOO) nas variáveis Pimáx (CG: 32,69±17,03 cmH20 versus 23,08±1 0,71 cmH20 and EG: 31,67±11,11 cmH20 versus 55,24±23,26 cmH20) e autonomia funcional (GI of CG: 41,0D±15,56 versus 43,51 ±19,32 and of EG: 40,47±11, 18 versus 35,46±10,42) sendo o EG superior ao CG. Desta forma, pOde-se concluir que o fortalecimento isolado da musculatura inspirat6ria influenciou na melhora da Pimáx e da autonomia funcional dos idosos asilados analisados, não interferindo em sua qualidade de vida.
[en] One of the main factors concerning the decrease in quality of Iife is the dyspnea that the elderly complain about while performing activities of the daily Iife. Dyspnea is related to a decrease in pulmonary function and in inspiratory muscular strength, represented by the Maximal Inspiratory Pressure (MIP). The objective of this study was to evaluate the effects of inspiratory muscle strengthening on MIP, quality of Iife, and functional autonomy of elderly nursing home patients. The study population was composed of 34 patients divided in two groups: experimental group- EG (n=21 , 75.48±2.12 years old), and control group- CG (75.69±2.26 years old). Maximal inspiratory pressure was measured with a Manovacuometer (analogical, with operational interval of -150 to +150 CmH20; Critical Med/USA-2002). The functional assessment protocol of the Grupo de Desenvolvimento Latino Americano para a Maturidade (GDLAM - Latin American Development Group for Senior Citizens) was used to evaluate Functional Autonomy. The World Health Organization Quality of Ufe Group - WHOQOL-100 was used to evaluate quality of life. The intervention protocol consisted of: Gradually increasing workload (500/0-1000/0); 20-minute exerci se periods with 7 series of strengthening exercises (2 minutes each) with a 1-minute interval between series, for 10 weeks, 3 times a week. Repeated measures ANOVA demonstrated significant differences (p=O.OOOOO) in MIP (CG: 32,69±17,03 cmH20 versus 23,08±10,71 cmH20 and EG: 31 ,67±11, 11 cmH20 versus 55,24±23,26 cmH20) and functional autonomy (GI of CG: 41,00±15,56 versus 43,51±19,32 and of EG: 40,47±11, 18 versus 35,46±10,42) with EG presenting higher results. Thus, we concluded that isolated inspiratory muscle strengthening improved MIP and functional autonomy in this study population, but did not interfere with quality of life.
   
Titulação: Mestre em Educação Física
   
Programa de Pós-Graduação: Educação Física
   
Área de Concentração: Não possui
   
Linha de Pesquisa: Não possui
   
Contribuidor(es):
[Orientador] Estélio Henrique Martin
   
Assunto(s):
[pt] idosos asilados
[pt] Pimáx
[pt] autonomia funcional
[pt] qualidade de vida.
[en] nursing home
[en] Pimax
[en] strengthening
[en] threshold
[en] functional autonomy
[en] quality of life
[pt] EDUCACAO FISICA
   
Local de defesa: Rio de Janeiro - RJ - BR
   
Data da defesa:
[pt] 2006
[en] 2006
   
Número de Páginas: 156
   
Arquivo(s):
PDF - Dissertação
Detalhar Incluir na pasta 
    


Resultado(s) [1 - 1]
Primeira | 1 | Última
Páginas:
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações
Busca  
Busca Avançada »
Pasta de Trabalho » Ajuda
Registros por página

v-IBICT | COPYRIGHT ©
desenvolvido para IE 5.0+
Universidade Federal de Uberlândia www.sibradid.eef.ufmg.br