NUTESES
 
SISTEMA DE PUBLICAÇÃO ELETRÔNICA DE TESES E DISSERTAÇÕES | BUSCA |

Warning: in_array() [function.in-array]: Wrong datatype for second argument in /home/webtedenuteses/html/tde_busca/biblioteca/mostraResultados.inc on line 828
Pesquisa resultou em: 1 registro(s)
Páginas:
Primeira | 1 | Última
Resultado(s) [1 - 1]
Total de Páginas: 1
1
Autor: Marcílio Barbosa Mendonça de Souza Júnior
   
Título(s):
[pt] A Educação Física como componente curricular...? Isso é História! : uma reflexão acerca do saber e do fazer
   
Instituição de Defesa: Universidade Federal de Pernambuco
   
Resumo(s):
[pt] Tendo como referência a espantada pergunta A Educação Física é um componente curricular... ?, procuramos discutir algumas questões suscitadas a partir desta indagação. Assim, revisitando os estudos históricos, buscamos estabelecer, diante da realidade educacional escolar, uma reflexão acerca da dicotomia entre o saber e o fazer pedagógicos. Num primeiro momento, tivemos como intenção compreender a Educação Física na atual realidade escolar e evidenciamos que esta, diante dos aspectos afetos à seleção, organização e sistematização dos conteúdos de ensino, estabelece-se, em meio a antagonismos, conflitos e indefinições, como algo bastante problemático. Assim definimos nosso objeto de estudo e traçamos o percurso metodológico que trilhamos para investigar o problema de pesquisa. Num segundo momento reconhecemos, a partir de estudos na literatura e de uma pesquisa de campo no cotidiano escolar, que o fato de a Educação Física ser considerada como componente curricular é “história”..., não no sentido do uso popular da expressão, significando banalidade (conversa mole), ou até mesmo mentira, mas sim num sentido histórico. Assim, revisitamos os estudos acerca da História do Currículo, da História das Disciplinas Curriculares e da História da Educação Física, esta última por dentro da História da Educação, com a certeza de não estarmos realizando um estudo histórico, pois não fizemos um trabalho de “arqueologia” nas fontes que nos forneceriam uma visão do período estudado. Ainda neste segundo momento, contamos uma história acerca da realidade da Educação Física num determinado contexto escolar, possuindo categorias de análises delimitadas em função de nossas opções teóricas e metodológicas e de nossa trajetória de investigação. Investigamos o que diziam, o que escreviam e o que faziam os professores em relação ao tratamento dos conteúdos de ensino nas aulas de Educação Física. Evidenciamos também uma discussão referente à legalidade e legitimidade deste componente curricular na escola, assim como sua caracterização como atividade, no sentido restrito e mecânico, procurando reconhecer possibilidades de compreendê-la de uma forma diferenciada desta. Por fim, num último momento do trabalho, discutimos de forma mais analítica os dados coletados no campo de pesquisa e confrontamo-los com os dados da literatura. Nesta confrontação evidenciamos que a prática pedagógica dos professores de Educação Física, na escola campo de nosso estudo, no que concerne à seleção, organização e sistematização dos conteúdos de ensino, se apresentou como um contínuum de dois pólos contraditórios acerca de qual referência/entendimento se tinha sobre Educação Física. Num primeiro pólo reconhecemos indicadores de aproximação da compreensão de Educação Física como uma mera exercitação prático-corporal, ou seja, um “fazer por fazer”. Num segundo pólo evidenciamos um afastamento de tal entendimento, encontrando indicadores que apontam para a possibilidade de construir uma Educação Física preocupada em oportunizar aos alunos uma organização do pensamento a respeito de um conhecimento específico, favorecendo e contribuindo com sua reflexão pedagógica - um fazer críticoreflexivo.
[en] Various elements of conflict and confrontation are shown in the school educational reality, be it in the general organization of the school, or in the pedagogical practice in the classroom. Physical Education, understood as a curricular component of the school, is not an exception to this rule. Amid a controversial discussion between knowing and doing, Physical Education, considered as an “activity”, is relegated to “something without importance” among the curricular subjects, being left with the role of a mere executor of tasks, especially in regard to the treatment of its teaching content. It was at this point, reflecting/investigating studies regarding the history of the curriculum, the curricula subjects and specifically those of Physical Education, that we undertook a bibliographical/documental research, utilizing an analysis of the content and field work. This is characterized as an etnographic case study, from which we came to perceive that the pedagogical challenge of Physical Education is the recognition that its teaching content should go beyond the dichotomy between the knowing and the doing, overcoming the doing by doing, or, surpassing a connotation that its scholastic content consists of a mere “practical action destituted of a theoretical reflection” and assume a responsibility of offering the students the exercise of systematization and comprehension of knowledge - a critical-reflective action.
   
Titulação: Mestrado em Educação
   
Programa de Pós-Graduação: Educação
   
Área de Concentração: Não possui
   
Linha de Pesquisa: Não possui
   
Contribuidor(es):
[Orientador] Celi Nelza Zulke Taffarel**
   
Assunto(s):
[pt] EDUCACAO
[pt] Educação Física
[pt] Currículo
[en] Physical Education
[en] Curriculum
   
Local de defesa: Recife - PE - BR
   
Data da defesa:
[pt] 1999
[en] 1999
   
Número de Páginas: 269
   
Arquivo(s):
PDF - Dissertação
Detalhar Incluir na pasta 
    


Resultado(s) [1 - 1]
Primeira | 1 | Última
Páginas:
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações
Busca  
Busca Avançada »
Pasta de Trabalho » Ajuda
Registros por página

v-IBICT | COPYRIGHT ©
desenvolvido para IE 5.0+
Universidade Federal de Uberlândia www.sibradid.eef.ufmg.br